Como reorganizar as categorias ao vender nos marketplaces?

By:

Como você definiu as categorias no seu e-commerce?
Dizem pela Internet que uma loja deve ter de 6 a 8 categorias superiores.
Também que você precisa evitar categorias muito específicas ou profundas demais.
E que com categorias superiores muito ambíguas, é sempre difícil adivinhar onde colocar alguns produtos e você acaba incluindo-os em duas ou mais categorias, o que cria problemas de conteúdo duplicado – ruim para o SEO.

(referência: https://ecommercenews.com.br/artigos/cases/como-definir-a-arvore-de-categorias-do-seu-e-commerce/)

A sugestão então é que você dê uma olhada nos grandes players do e-commerce brasileiro, fazendo benchmarkings e replicando em seu ambiente as melhores práticas encontradas no mercado.

Aproveite a experiência dos grandes!

E quem são os grandes players do varejo online brasileiro? Isso mesmo, os marketplaces!

Estes grandes e-commerces já investiram e investem muito no estudo das melhores formas de navegação e conversão de consumidores em seus sites. Por isso eles dominam o mercado. Há muita experiência e estudo envolvido, e não é diferente quando se trata das categorias e experiência de navegação dos consumidores.

E você que anuncia lá, já sabe que precisa se adequar à eles!

Porque enviar na estrutura correta?

Ao cadastrar os produtos nestes marketplaces, é obrigatória a definição de uma categoria para o produto sendo cadastrado. Isso pode ser revisado pela equipe do marketplace, mas também pode passar direto. E o impacto de uma categoria errada nas vendas e organização daquele produto dentro do marketplace é grande! Por isso é preciso ter atenção se a categoria que está sendo enviada para aquele produto é a correta.

E no processo de mapeamento entre as categorias do seu sistema (de onde foram importados os produtos) e as categorias do marketplace é a hora certa de estruturar isso.

Se as categorias do seu e-commerce são amplas demais, você encontrará dificuldade na associação delas com as disponíveis pelo marketplace. Se você tiver um produto sob múltiplas categorias, apenas uma será importada (provavelmente a última), e você terá que redefinir em cada produto para que fique como se tivesse sido importada a que você gostaria.

Como um de nossos clientes resolveu isso usando a Hub2b?

Nosso cliente tem seu próprio e-commerce, e um mix de produtos muito diverso, e para ele a forma mais prática foi manter suas categorias bem amplas. Veja só:

Como a loja possui 8500 produtos, fica impossível fazer a redefinição de categoria produto a produto.

Foi feito então a recriação de categorias via planilha dentro do sistema Hub2b, em uma nova estrutura:

Em paralelo à isso, foi feita a importação de outra planilha com o vínculo de produto e o Código da sua Categoria (ele também poderia ter utilizado a edição em massa em conjunto com o filtro avançado da Hub2b), atualizando todos os produto.

Dica! http://bfy.tw/J80Z

Por garantia, ele desativou a carga de categorias do e-commerce dele, dentro da Hub2b, evitando assim fazer uma carga via sistema e criar confusão na operação.

Com isso pronto, foi só mapear categoria com categoria, e todos os produtos foram classificados 🙂 Problema resolvido!

Comentários
Share

A Hub2b conecta a sua marca com os maiores marketplaces do mundo.