Experiência do usuário: saiba o que é e qual a sua importância

A experiência do usuário tem sido carro-chefe para as empresas quando o assunto é atrair e fidelizar os consumidores. Isso se deve ao grande tempo que os consumidores passam utilizando a internet, e é comum que procurem meios fáceis e agradáveis para tornar esse período mais produtivo. Sendo assim, as empresas precisam ficar atentas a esses detalhes para que possam proporcionar uma excelente experiência de uso em seus websites.

Por isso, é essencial conhecer a fundo o que de fato os consumidores estão buscando ou o que esperam encontrar. Esse é um dos pontos cruciais e que devem constar em seu planejamento estratégico.

O que é experiência do usuário?

A experiência do usuário está ligada diretamente a como o utilizador se sente ao navegar pelos seus websites — blogs, sites, aplicativos, entre outros.

E isso vai além da facilidade com a qual o usuário consegue finalizar suas tarefas. Fica claro que esse ponto afeta consideravelmente na experiência, mas é apenas uma porção do que realmente merece atenção.

Em alguns momentos, o consumidor pode finalizar suas tarefas — realizar uma compra, preencher um formulário, etc — de forma rápida, mas pode se sentir frustrado por ter que realizar algumas funções extras.

Com isso, nem sempre será simples entender o emocional dos indivíduos, mas existem técnicas e meios que auxiliam na melhora dessa experiência de uso.

Qual a importância da experiência do usuário

Como dito anteriormente, a experiência do usuário tem papel essencial nas estratégias de marketing, pois está presente em todos as ações tanto da empresa quanto dos consumidores.

A experiência consiste em todos os contatos do usuário com a sua marca, então se em algum momento ele tiver uma contrariedade, como responder uma pesquisa no meio de processo de compra, toda a experiência com a sua loja virtual será totalmente prejudicada.

Auxiliar os usuários a navegarem de forma simples e prazerosa proporcionará uma experiência agradável aos consumidores.

Ficará muito mais claro que se relacionar com consumidores satisfeitos será mais simples a longo prazo, ao contrário daqueles que estiverem insatisfeitos ou frustrados com a sua marca.

Portanto, veja 3 ocasiões do convívio entre empresa e consumidor que influenciam na jornada de compra:

Tomada de decisão de compra

A decisão de compra pode (e está) diretamente ligada a experiência do usuário.

E nas lojas virtuais, principalmente, essa experiência pode ser agradável aos usuários quando existem formulários bem executados, facilidade na escolha e compra dos produtos.

Landing pages (páginas de conversões) também seguem esses conceitos: quanto melhor for a experiência de uso, mais alto será o número de conversões — seja de vendas, geração de leads, entre outros.

Engajamento dos consumidores

Nas primeiras interações do usuário com a sua empresa, que podem ser por meio de conteúdo do seu blog, fica claro que nesse momento a experiência deve ser satisfatória.

Se for complicado realizar a leitura do conteúdo, seja por erros excessivos de português ou muitas distrações, o tempo de permanência em seu blog será menor e, consequentemente, o engajamento desses usuários será baixo e comprometerá sua geração de leads.

Recomendação do produto ou serviço

Fica evidente que a ação de recomendar um produto ou serviço está diretamente ligada a experiência que o usuário teve com a empresa. Portanto, é necessário criar estratégias que favoreçam essa experimentação e, a longo prazo, mais e mais pessoas conhecerão sua marca por meio dessas indicações.

E se os usuários se sentem seguros e confortáveis com a sua empresa, mais fácil será a tomada de decisão de compra.

Como oferecer uma boa experiência ao usuário

Compreendido o que é e qual a importância de oferecer uma boa experiência de uso, daremos algumas dicas práticas que auxiliarão você a melhorar essa estratégia em seu negócio

Os conceitos de design podem ser excelentes guias para deixarem os clientes satisfeitos, além de otimizar a aparência e usabilidade dos websites.

Portanto, não deixe de conferir nossas dicas:

Faça pesquisas junto aos consumidores

Realize pesquisas regulares sobre qual foi o grau de experiência que o usuário teve ao interagir com a interface da sua loja virtual. Esse ponto dará uma visão geral do que pode ser melhorado ou extinto do layout.

Com esses dados em mãos, tanto o designer quanto a equipe de marketing podem traçar estratégias que favoreçam uma boa experiência para os consumidores.

Compreenda os hábitos dos usuários

Compreender os hábitos dos consumidores é um dos estágios iniciais de planejamento de qualquer negócio, mas também está presente em toda a vida útil da empresa.

Existem várias plataformas e ferramentas que possibilitam que sua marca estude e entenda quais são as necessidades, hábitos e desejos do seu público-alvo.

As pesquisas, citadas anteriormente, são excelentes fontes de informações que podem ser utilizadas para compreender os comportamentos dos clientes. Além das redes sociais e os mecanismos de busca.

Entenda quais são os padrões de design

Regularmente, são lançadas novas tendências de design que, posteriormente, se tornarão padrões que a maioria das empresas utilizarão em seus layouts.

Esses padrões são excelentes ferramentas para compreender o que de fato está funcionando e o que não está. Mas, é preciso lembrar que nem sempre o padrão de mercado será útil para a sua audiência.

Evite formulários difíceis

Um dos principais objetivos das empresas é que os usuários realizem alguma ação em que passem de um nível para o outro. Para ficar mais claro, seria ideal se o visitante preenchesse um formulário para saber mais informações sobre um produto. Essa ação seria a transição entre visitante em leads.

Esses formulários devem ser planejados e executados de maneira que facilite a interação dos usuários. Se por algum motivo eles exigirem muitas informações ou muitos passos, prejudicarão a taxa de conversão e a experiência do usuário.

Otimize a experiência nos dispositivos móveis

Dispositivos móveis se tornaram os principais meios quando o assunto é acesso à internet. Por isso, as marcas precisam otimizar seus conteúdos para que a experiência seja tão próxima quanto ao uso de outros mecanismos

O design responsivo — layout projetado para os vários tamanhos de telas — é uma das principais estratégias utilizadas na otimização da experiência. Outros pontos como oferecer aplicativos que não consumam os dados dos usuários, proporcionam uma grande comodidade e, consequentemente, uma boa experiência de uso.

A experiência do usuário pode ser um dos pontos fundamentais que influenciam na finalização da compra ou no estreitamento do relacionamento. Portanto, não se engane que isso é assunto de pouca relevância. Em um meio competitivo como a internet, empresas com forte presença digital acabam tendo um destaque maior em comparação aos concorrentes.

Gostou do nosso texto? Quer se manter informado? Nos siga nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades. Estamos no Facebook e no LinkedIn.

Comentários
Share

A Hub2b conecta a sua marca com os maiores marketplaces. Conheça a ferramenta mais prática para gerenciar e automatizar a sua operação nos marketplaces.