Integrando com Marketplaces

By:

Os Marketplaces – sites que reúnem ofertas de produtos e serviços de diversos vendedores – são plataformas que funcionam como um shopping center, em que é possível comparar várias opções de produtos, preços e lojas com muita agilidade. Esta é uma modalidade que vem ganhando espaço no comércio eletrônico nacional.

Alguns dos benefícios que os Marketplaces trazem aos varejistas são a visibilidade de sua loja e seus produtos, pois estarão inseridos em um ambiente com um número maior de visitação, e o aumento do número de compradores, tanto para os novos varejistas quanto para os que já possuem loja virtual ou física. Por conta disso, os varejistas poderão aumentar sua renda, descobrindo, ou melhor, sendo descobertos em novos nichos, com maior volume de aquisição.

Já existem diversos Marketplaces no mercado, liderados por grandes players na área de varejo, como Mercado Livre, Extra, Ebay, Amazon e Submarino.

Para quem já possui uma loja virtual ou física (que trabalha com encomendas), poderá utilizar esta modalidade de comércio. O primeiro passo é entender como funcionam os processos de cada Marketplace, como termos de uso, requisitos para fazer parte do ambiente, boas práticas e cadastramentos. O segundo passo é entender como serão trocadas as informações (produtos, pedidos, estoque, preços, etc) entre a loja e os Marketplaces, o que poderá envolver novas tecnologias e processos.

Na maioria dos casos o varejista já possui um sistema de e-commerce para gerenciar sua loja virtual. Este sistema, por sua vez, possui uma maneira de importar e exportar dados de produtos, preços, estoque, etc. Do outro lado, os Marketplaces também possuem uma maneira de importar estas informações.

Os Marketplaces, que oferecem o serviço de “vitrine de produtos” aos vendedores, precisam receber os dados de todos os varejistas que estarão inserindo seus produtos no ambiente. Assim, a fim de agilizar a inserção de dados de produtos, estoque, preços, dos sistemas e-commerce para o Marketplace, os integradores entram em ação, fornecendo um serviço que conecta o Marketplace com o sistema de e-commerce.

Geralmente este serviço atua de forma invisível, entre os sistemas, buscando, convertendo e entregando as informações entre a loja e o Marketplace. Desta forma, o varejista continua com seu processo de vendas normal, não precisa solicitar uma alteração de sistema ao seu fornecedor, e fica adequado à diferentes Marketplaces.

O ponto principal é encontrar uma harmonia entre o comprador, o Marketplace e o vendedor (varejista). Seguir os termos e condições de uso de cada plataforma é essencial para um bom andamento do processo de venda e aceitação positiva do consumidor. Com isso, todos saem ganhando com os benefícios que esta modalidade de comércio eletrônico pode proporcionar.

Comentários
Share

A Hub2b conecta a sua marca com os maiores marketplaces do mundo.