Black Friday 2020: 8 dicas para vender mais (e melhor!)

A Black Friday é uma das datas comerciais mais esperadas pelos brasileiros desde a sua primeira edição, em 2010, com um faturamento crescente ano após ano. Ou seja, tanto os vendedores quanto os compradores aguardam ansiosamente pelas grandes oportunidades que a data promove.

Este ano, mesmo com a crise do novo coronavírus, as expectativas são positivas para a Black Friday 2020, principalmente para as vendas online através de e-commerces e marketplaces. Por isso, fique atento às dicas que separamos para você e prepare-se para vender muito mais no próximo dia 29 de novembro.

 

Leia mais em: Prepare-se para a Black Friday 2020 com a Hub2b

 

1. Determine o seu objetivo

Entenda qual é o objetivo do seu negócio para a data. Se você está começando no mundo das vendas por marketplace ou abriu sua loja virtual recentemente, pode ser que o seu objetivo principal seja ganhar autoridade e relevância para conseguir novos clientes.

Se a sua loja ou marca já está consolidada no mercado, talvez o seu objetivo seja fidelizar clientes ou aumentar o faturamento, através de promoções para produtos que estão há muito tempo parados em estoque, por exemplo.

Por isso, primeiramente, saiba qual é o principal objetivo da sua participação na Black Friday e, em seguida, comece a se planejar para alcançá-lo. E lembre-se, se não se sentir preparado ainda para a data, não se preocupe. A Black Friday pode não se encaixar no momento de todas as lojas virtuais, e não há problema nenhum nisso.

 

2. Atenção ao cadastro dos seus produtos

Para fazer anúncios vencedores dos seus produtos, é preciso investir em qualidade. Primeiro, separe-os por categorias e pense em um título perfeito para cada produto, que contenha, pelo menos, o nome, a marca e o modelo do produto, para que o SEO seja bem indexado nos buscadores.

Em seguida, aposte em fotos com fundo branco e com imagens reais do produto ofertado. As fotos podem ser fator decisivo na hora do consumidor adquiri-lo ou não. Descreva também todas as informações técnicas e seus benefícios, de forma clara e objetiva, para que o consumidor realmente conheça o seu produto e queira comprá-lo.

 

3. Conheça a fundo o seu público alvo

De nada adianta aplicar técnicas de marketing digital e novas estratégias de vendas se você não conhecer bem o seu público, certo? Por isso, como dica, realize pesquisas de satisfação prévias para entender as preferências dos seus clientes e onde a sua loja pode melhorar.

Invista também em uma ferramenta de automação e CRM para organizar seus leads e disparar e-mail marketing com conteúdos relevantes, de acordo com as particularidades de cada grupo de clientes e aproxime-os da sua marca

 

4. Aproveite as redes sociais ao máximo

Você sabia que, para a maioria dos públicos atualmente, o Instagram possui mais relevância em resultados de mídia paga do que o Facebook? Por isso, também é importante saber aonde o seu cliente está e o que ele gosta de consumir.

Nessa época, vale a pena investir em mídia paga para aumentar ainda mais o alcance dos seus anúncios nas redes sociais e em sites parceiros. Se você ainda não trabalha nisso, esse é o momento ideal para aprender e começar a investir. Explore as ferramentas e entenda exatamente qual é a melhor maneira de impulsionar os seus anúncios!

 

5. Lembre-se do frete grátis!

O frete também é um dos pontos decisivos na hora do cliente fechar ou não a compra com a sua loja virtual. Principalmente nessa data, a competitividade por frete aumenta e, geralmente, as lojas conseguem ótimas condições para os seus clientes.

Por isso, prepare-se para oferecer boas condições e também a opção de frete grátis, seja para clientes fiéis, seja para quem está fazendo a primeira compra, ou se você puder, para todas as compras. Ou seja, não deixe de avaliar essa estratégia na hora de anunciar os seus produtos!

 

6. Aposte na versão mobile da sua loja virtual

As compras online através de sites ou aplicativos para smartphones ou tablets aumentaram mais de 40% somente em Junho deste ano. Por isso, na hora de desenvolver e melhorar o desenvolvimento do seu site, lembre-se de incluir o formato mobile nas atualizações!

Dentre 3 brasileiros, pelo menos 1 realiza as suas compras através de um dispositivo mobile. Então, invista em melhorias ou criação de aplicativos eficientes e com uma experiência agradável para os seus usuários.

 

7. Prepare a sua equipe e sua operação

Quanto melhor avaliado o seu produto e o seu atendimento, mais relevante a sua loja se torna e os seus anúncios em marketplace ganham autoridade! Por isso, principalmente nesta data cheia de dúvidas e clientes acessando o seu site, invista em treinamentos para a sua equipe de atendimento e aposte na automação, mas sem esquecer de humanizá-lo.

É importante estar presente em diversos canais de atendimento para que o seu cliente possa contatar a sua loja de onde estiver e como preferir. Para isso, seus atendentes devem estar preparados para tirar qualquer dúvida e atendê-lo da melhor maneira possível.

 

Leia mais em: Whatsapp corporativo é bom para atendimento e chat para empresas?

 

8. Aprenda com os erros e prepare-se para 2021

Não existe um modelo de operação perfeito e cada ano é um ano. Tudo vai depender da sua equipe, dos seus produtos e da organização da sua operação. Por isso, cabe aos empresários entender qual foi a melhor estratégia para o seu negócio e investir no que deu certo, seja em contratação de pessoal, novos fornecedores ou qualquer outro processo de melhoria.

É também essencial conhecer os erros da operação, por menores que sejam, e aprender com eles para a próxima data comercial. Busque sempre novas alternativas para continuar aumentando suas vendas nessas datas e planeje-se com bastante antecedência!

Dessa forma, vendedores e compradores só tem a ganhar!

Comentários
Share

A Hub2b conecta a sua marca com os maiores marketplaces. Conheça a ferramenta mais prática para gerenciar e automatizar a sua operação nos marketplaces.