Hub2b completa 6 anos! Conheça o início dessa história

Universidade + AIESEC

Hoje, dia 05 de fevereiro de 2020, a Hub2b completa 6 anos! Eu o Sergio nos formamos juntos na Unochapecó, em Chapecó (interior de Santa Catarina), no curso de Sistemas de Informação. Durante a universidade, fomos membros da AIESEC, uma organização global de jovens, cujo objetivo é desenvolver líderes, através de experiências de intercâmbio e trabalhos voluntários. Após nos formarmos, decidimos fazer um intercâmbio e cada um foi para um canto.

Durante o intercâmbio, o Sergio trabalhou por quase 2 anos em uma empresa de integração de sistemas na Índia e enxergou uma oportunidade de transformar o know-how adquirido em um negócio. Foi quando ele me chamou e juntos, com nossos 20 e poucos anos na época, decidimos escrever um plano de negócio em cima da ideia: Plataforma de integração de dados entre sistemas.

Incubadora tecnológica + Sinapse da Inovação

Um dos problemas enfrentados pelas empresas é a grande quantidade de sistemas especialistas envolvidos na operação, além dos sistemas de parceiros. Cada sistema possui uma tecnologia e uma interface diferente e, para se comunicarem, é necessário desenvolver uma integração ou criar processos manuais para realimentar os dados de um sistema para outro. Tanto para desenvolver as integrações quanto para realimentar os dados manualmente de um sistema para o outro, é necessário um investimento. Esse investimento acaba se tornando um custo, pois geralmente não faz parte do core, ou seja, do negócio da empresa.

Baseado nessa ideia, submetemos um plano de negócios para a incubadora tecnológica da Unochapecó. Nosso projeto foi aprovado e fomos selecionados para entrar na INCTECH. Ganhamos um espaço de 2 metros quadrados com mesa, cadeira e internet, que ficava nas dependências da universidade. Desde então, passamos a focar todo nosso tempo na Hub2b. Logo que entramos, com a ajuda da INCTECH, fomos finalistas do Sinapse da Inovação e recebemos um prêmio de R$ 80 mil para iniciar o negócio.

Em 2014, Ricardo e Sergio, no evento de premiação do Sinapse da Inovação.

Oportunidade + Pivotar

Enquanto desenvolvíamos a plataforma, em paralelo tentávamos conseguir clientes. Era muito difícil vender, pois não tínhamos experiência, nem um público definido. Basicamente integrávamos qualquer sistema com qualquer sistema. Criávamos landing pages divulgando pacotes de integração (ERP com CRM, ERP com Contabilidade, ERP com E-commerce, etc). Até que um dia, recebemos uma ligação de uma empresa de São Paulo, pedindo uma integração da plataforma de e-commerce com o marketplace da Americanas. Não fazíamos ideia do que era marketplace, muito menos que a Americanas era um marketplace. Não negamos o contato e falamos que iríamos estudar a demanda e depois retornar com um orçamento. Fizemos nosso tema de casa e mergulhamos a fundo no assunto marketplace. Os primeiros cases que estudamos foram da Amazon e Ebay. (Confira este artigo explicando o que é marketplace). Fomos entendendo o modelo e as dores enfrentadas pelos dois lados, tanto do próprio marketplace quanto do seller parceiro.

Em meados de 2014, Sergio e seus primeiros pupilos (Gustavo, Bruno, Jack, o dog embaixo da mesa que gostava de nos visitar e, claro, a cafeteira).

Dores + Solução

Um dos problemas enfrentados pelo seller ao vender nos marketplaces é o cadastro de produtos. Cada marketplace possui um sistema e regras específicas e o seller precisa recadastrar todos os seus produtos em cada marketplace. Além de recadastrar os produtos, precisa manter os preços e estoques atualizados. Imagina controlar o estoque e os preços no próprio site, na loja física e em vários marketplaces, manualmente? O risco de vender algo sem estoque ou com preço desatualizado é alto. Fora o cadastro e atualização de preço e estoque, o seller ainda precisa monitorar as vendas em cada marketplace. Quando ocorre uma venda, é necessário baixar o pedido, faturar, enviar para o consumidor final e informar os dados de faturamento e envio para o marketplace, que é requisito para receber o repasse da venda.

Do lado do marketplace, uma das dores é aumentar a velocidade no cadastro de produtos e a qualidade da operação dos sellers parceiros. Como aumentar a velocidade de ativação dos sellers? Como evitar furos de estoque e preços desatualizados? Começamos a enxergar várias dores no ecossistema dos marketplaces, que estava começando a se formar e ganhar força no Brasil.

Diferente do que geralmente acontece, nós encontramos uma dor a partir da ideia/solução. Utilizando nossa solução de integração, é possível integrar os sistemas dos sellers com os marketplaces, permitindo sincronizar as informações de produtos, preço, estoque e pedidos, eliminando o retrabalho e melhorando a qualidade da operação.

O primeiro marketplace

Sabemos o que é marketplace, conhecemos as dores, sabemos como resolver e temos um potencial cliente interessado. Agora precisamos integrar a plataforma de e-commerce com o marketplace da Americanas. Como a plataforma do cliente interessado era opensource, conseguimos a documentação facilmente e desenvolvemos a integração. O problema era o marketplace. Como conseguir a documentação do marketplace da Americanas? Encontrei o telefone do escritório da Americanas no Rio de Janeiro, era um 0800 e ninguém sabia o que era marketplace. Depois de estudar um pouco mais, descobri que a Americanas fazia parte do grupo B2W Digital, responsável pela operação digital da varejista Americanas e também controladora das marcas Submarino e Shoptime. Depois de muitas tentativas, consegui o e-mail de um gerente da B2W que me apresentou para o responsável pelo marketplace. Para minha surpresa, responderam o e-mail no dia seguinte pedindo uma reunião presencial no escritório da B2W, em São Paulo. Foi uma alegria e um desespero ao mesmo tempo. Como não tínhamos a plataforma pronta, criei alguns slides no powerpoint, pedi emprestado o tablet da incubadora (com a tela quebrada, por sinal) e embarquei para São Paulo. Fui recebido por duas pessoas, da área comercial e técnica, e apresentei a Hub2b (nitidamente nervoso e gaguejando). Ao finalizar a apresentação, definimos os próximos passos para integração e homologação e, na saída, eles falaram que uma semana antes, uma startup havia apresentado uma solução parecida, mas mais completa. Foi empolgante e frustrante ao mesmo tempo. Mas a ideia estava validada! Ao voltar para Chapecó, recebemos a documentação das APIs da B2W e os passos para integração. Em poucos dias, desenvolvemos, homologamos e iniciamos a operação do primeiro cliente. A partir daí, começamos a receber indicações e demandas para integrar com novos sistemas e marketplaces.

Desde então, encontramos o propósito da Hub2b: Conectar marcas com marketplaces. 

Aceleração

Em 2016 conhecemos a 1Bi Capital, uma aceleradora da região oeste de Santa Catarina, que nos ajudou a acelerar o negócio, fornecendo uma nova estrutura para crescermos e, principalmente, nos dando conselhos para o negócio e para a vida.

Em meados de 2016, mudança para a nova sede. Coube tudo nessa bela Chevrolet Brasil.

Crescimento

Ao longo desses 6 anos, participamos de vários programas de capacitação e aceleração, como Sinapse da Inovação, StartupSC, Inovativa Brasil, 1Bi Capital, já integramos mais de 30 marketplaces, desenvolvemos mais de 60 integrações com sistemas de ERP, E-commerce e Logística, ajudamos mais 1.300 marcas a automatizarem e gerenciarem as operações nos marketplaces, como ASUS, Pernod Ricard, Midea, Ray-ban, Oakley, L’Occitane e muitas outras, que transacionaram mais de 2 milhões de pedidos. Expandimos as operações para São Paulo, visitamos clientes em vários lugares do Brasil, conhecemos as sedes de todos os marketplaces, recebemos prêmios e fomos reconhecidos nacionalmente.

Apesar do crescimento contínuo, nos últimos 2 anos decidimos especializar ainda mais nosso produto e focamos na refatoração das integrações. Trabalhamos fortemente, formando um time de pessoas inteligentes e boas no que fazem, implementando o que há de melhor em tecnologia, com objetivo de melhorar a performance das integrações e entregar o melhor hub de marketplaces. Além disso, lançamos dezenas de novas funcionalidades pensando sempre em facilitar a vida dos sellers e dos marketplaces.

Em 2019, conquistamos nossa independência, saímos da casa da 1Bi e mudamos para uma nova sede. Iniciamos a reestruturação da área comercial, trazendo um novo sócio, Daniel Rossetto, para liderar a área. Com perfil de gestão e experiência de 7 anos no mercado de e-commerce e marketplace a nível global, o Daniel veio para formar o tripé na sociedade, agregando um perfil de gestão com os perfis técnicos meu e do Sergio. Iniciamos o mês de fevereiro com o pé direito, com uma equipe comercial praticamente formada, dando start em uma nova fase da Hub2b!

2014 > 2020. Da selva para a babilônia.

Que história bonita, de coisas boas, de aprendizados, de evolução, de fracassos, de vitórias e de pessoas talentosas e do bem que cruzaram nosso caminho. Estamos ainda no início, mas já temos muito orgulho do que construímos. Parabéns pra nós da Hub2b (a todos do time e aos que já fizeram parte) e obrigado aos clientes e parceiros que acreditam e confiam no time da Hub2b e fazem parte dessa história.

E você, já vende em marketplace? Veja como a Hub2b pode melhorar a sua operação. Comece agora mesmo.

Comentários
Share

Cofundador da Hub2b