Como otimizar sua gestão de estoque com marketplace?

Os marketplaces vem ganhando mais espaço no comércio eletrônico brasileiro graças ao grande alcance a uma variedade de pessoas. Com essas plataformas, é possível vender praticamente qualquer produto e, por isso, tem atraído vários lojistas que queiram iniciar um negócio online ou expandir. Como se trata de um negócio digital, é preciso planejar e se atentar a vários fatores que circundam esse ambiente e um deles é a gestão de estoque.

O estoque pode ser um dos motivos de desistência por descontentamento e pode gerar uma imagem negativa para sua marca. Portanto, gerenciar um ou vários estoques demanda um trabalho árduo, mas que no final pode ser compensador.

Se você está iniciando do zero o seu trabalho de comercialização nos marketplaces ou está ampliando o seu modelo de negócio, nossas dicas de como realizar uma boa gestão de estoque lhe podem ser úteis nesse processo.

Organize os processos logísticos

Organização é uma das palavras de ordem quando o assunto é comércio eletrônico.A logística de um e-commerce pode ser complexa, dependendo do tamanho e estrutura da sua loja virtual. Quanto maior for o tamanho da operação, mais complexidade terá.

Uma maneira de organizar os processos é nomear os produtos de forma clara. Se você está aumentando o seu negócio, pode nomear os produtos de acordo com o meio em que se direciona. Se for para o marketplace, nomeie de acordo.

Utilizar relatórios e registros do inventário de estoque pode ser um outro modo de organizar e gerenciar o volume do estoque. A documentação constante da entrada e saída dos produtos fará com que a equipe responsável saiba em qual período — como na Black Friday — tem maior demanda e qual a média de tempo de permanência.

A organização do estoque resultará em uma agilidade maior em repor um produto ou separá-lo para a entrega ao consumidor final. O ganho de produtividade pode ser significativo e, com a otimização dos processos, o setor de logística pode focar seus esforços para outros pontos.

Otimize os processos com auxílio da tecnologia

A documentação dos processos logísticos pode ser de grande valia para a organização do estoque, mas, com o auxílio da tecnologia, poderá ajudar a diminuir e prevenir possíveis erros.

Além da redução desses erros, pode gerar uma economia financeira e de tempo para todas as equipes envolvidas. Isso se deve pelo compartilhamento de informações entre todos os setores.

Geralmente, os softwares utilizam a tecnologia de armazenamento em nuvem. Em outras palavras, permite que qualquer pessoa com autorização possa acessar as informações de qualquer local que tenha acesso à internet. A partilha de informações pode gerar novos insights para as outras equipes, como o setor de marketing, que poderá criar campanhas que incentivem o aumento das vendas de um determinado produto.

Dependendo da plataforma de marketplace, a própria solução já oferece relatórios e dados que podem ser acessados e analisados. Além dessas informações, os principais marketplaces permitem a integração de outros softwares que auxiliam ainda mais nessa otimização e organização do estoque.

Defina um estoque mínimo

Uma vez entendido a importância de organizar, otimizar os processos e utilizar os benefícios da tecnologia na gestão de estoque, chegou o momento de falarmos sobre a definição de um estoque mínimo.

Estabelecer um número mínimo para o seu estoque significará que, se um produto chegar a uma determinada quantidade, será necessário realizar um novo pedido. E dependendo da constância dos pedidos, poderá dar margem a uma nova negociação de preços e prazos junto aos fornecedores

Esse número mínimo pode ser definido por meio da documentação feita de todas as ações ocorridas com os produtos — saída e entrada. Se o produto tem uma demanda maior, é necessário determinar um número de segurança para que esse artefato não esgote.

O estoque mínimo dará uma margem maior para que sua empresa se antecipe e faça o pedido para reposição dos produtos. Além do controle maior da quantidade de produtos, dará uma ideia de quais artefatos têm grande rotatividade no estoque.

Esse passo reforçará ainda mais os outros pontos discutidos anteriormente, pois, o monitoramento do estoque deve ser feito constantemente para que não aconteça furos no armazenamento.

Analise e identifique os produtos com mais demanda

Se você chegou até aqui, provavelmente entendeu a fundo como a palavra organização é de fato um termo essencial para um negócio online.

Otimização de processos e análise de dados também são pontos fundamentais para que sua gestão de estoque no marketplace seja feita corretamente e de maneira eficiente.

Se sua empresa trabalha com um mix de produtos, sabe que nem todos eles são campeões de venda e, por isso, é necessário identificar quais são os que merecem mais atenção.

Além da definição de um número mínimo de produtos, como vimos anteriormente, esses artefatos podem ser o carro-chefe do seu negócio. Portanto, é possível criar ações estratégicas para atrair ainda mais clientes, já que o retorno financeiro desses produtos é grande.

A análise também ajudará a identificar quais produtos podem sair do portfólio ou quais podem receber atualizações. Esse processo pode deixar o seu estoque sempre atualizado, além de apresentar novidades para a sua audiência.

Centralize o seu estoque de vários marketplaces

Se sua marca está presente em mais de um marketplace, sabe que em alguns casos a gestão de estoque pode ser um tanto quanto complexa. Mas, com as dicas anteriores, o gerenciamento pode ficar ainda mais simplificado.

A tecnologia também estará presente nesse processo, já que será por meio dela que terá acesso aos vários estoques que cada plataforma demandará.

A nomeação personalizada dos produtos de acordo com a necessidade dos marketplaces pode ser um diferencial, além de facilitar a administração dos produtos para cada plataforma, já que cada uma pode gerar um resultado diferenciado de vendas.

Se por algum motivo essa centralização for algo que exigirá uma reestruturação de todo o setor logístico, uma solução é de contratar uma integradora de estoque que, normalmente, são empresas que gerenciam e otimizam os estoques de acordo com a demanda de cada plataforma.

O gerenciamento de um único inventário será muito mais simplificado e fará com que sua equipe se dedique ainda mais em outros pontos críticos.

Como você percebeu, a gestão de estoque pode ser uma tarefa mais simples quando associada com as ferramentas disponibilizadas pela plataforma de marketplace e as nossas dicas citadas nesse texto.

Gostou do nosso artigo? Se mesmo assim ficou alguma dúvida ou tem alguma sugestão, basta entrar em contato conosco que ficaremos felizes em respondê-los.

Comentários
Share

A Hub2b conecta a sua marca com os maiores marketplaces. Conheça a ferramenta mais prática para gerenciar e automatizar a sua operação nos marketplaces.